Disciplinas

Quadro de Horários 2022.2

 

 

 

EMENTAS

Optativas

FCHL39 - TEORIAS CONTEMPORÂNEAS DO CONHECIMENTO HISTÓRICO - 68h
Ementa: Esta disciplina vai se dividir em duas metades: na primeira, vamos ler seleções de alguns autores-textos clássicos da historiografia britânica e francesa do século XX (EH Carr, Marc Bloch, Fernand Braudel, EP Thompson, Eric Hobsbawm, mais Antonio Gramsci), incluindo alguns autores-textos anti-coloniais (WEB DuBois, CLR James, Ranajit Guha, Walter Rodney) e seus descendentes (Marcus Rediker, Peter Linebaugh). Vamos fazer uma série de perguntas-guia: o que é a história e o que é uma historiadora, e como isso varia ao longo do tempo e no espaço geopolítico? O que muda com as guerras mundiais entre 1914-45, e o que muda depois na história como disciplina acadêmica? E com o fim da URSS e o 'socialismo' em 1991? Como os autores trabalham as questões de teoria, método e uso de fontes? Na segunda metade da disciplina, vamos nos concentrar em autores-textos que nos ajudam a pensar em como estudar os grandes levantamentos de escravizados africanos nas Américas, sécs. XVIII-XIX, e como compreender os alcances e os limites do poder e a soberania indígena na mesma época. O propósito é familiarizar-nos com novos trabalhos inovadores quanto as questões de teoria, método e uso de fontes, e começar a refletir sobre a relação entre esses dois campos de pesquisa, e também entre Europa, África, América Latina e América do Norte.  A maioria desses textos foi produzida na academia norte-americana multicultural e multinacional do séc. XXI. Porém, tentaremos de situar essa produção nova no seu contexto geo-político, para poder explicar como os autores definem as problemáticas historiográficas e caminhos de pesquisa em relação a gerações de pesquisadores anteriores.
 
FCH658 - HISTORIOGRAFIA E MOVIMENTOS SOCIAIS - 68h
Ementa: Estudo da historiografia sobre os movimentos sociais em sua pluralidade temática e em suas análises metodológicas.
 
PPGH025 - TEH - HISTÓRIA INTELECTUAL: ABORDAGENS TEÓRICAS - 68h
Ementa: Desde meados do século XX, o campo disciplinar da historiografia profissional é marcado por uma série de formulações teóricas que podemos chamar, de modo vago e um tanto impreciso, de “discussões linguísticas”. Apesar da diversidade teórico-metodológica que caracteriza essas discussões, as propostas que as constituem, de alguma forma, se debruçam sobre o mesmo problema: como os textos escritos devem ser lidos e interpretados? Este curso tem o objetivo de apresentar aos mestrandos e doutorandos as diversas propostas de resolução desse problema formuladas por historiadores, filósofos, sociólogos e críticos literários.

 

PPGH027 - RESISTÊNCIA ESCRAVA NAS AMÉRICAS: O MUNDO RURAL - 34h

Ementa:  Discute o fenômeno da resistência escrava nas sociedades escravistas das Américas, especialmente aquelas ocorridas no meio rural, de uma perspectiva comparativa. Analisa os fatores estruturais que favoreceram a resistência nas diversas regiões, as diversas modalidades de rebeldia individual e coletiva, a relação entre cultura e resistência, o perfil dos participantes das conspirações e revoltas, os mecanismos de repressão e controle dos escravos, o impacto da resistência nas sociedades escravistas.

 

PPGH026 - TEH - OS ANOS 1930, A MOBILIZAÇÃO NEGRA - 34h

Ementa: O curso visa introduzir os alunos na discussão das condições de vida e nos modos de organização e de alianças políticas dos intelectuais negros brasileiros e latino-americanos dos anos 1930 e 1940. Serão dez palestras com professores convidados, seguidas de discussão sobre a palestra e sobre a bibliografia básica indicada.

 

Português, Brasil